20 dias de mudança

22 jun

Imagem

Sumi. Postei esses dias o 5 on 5 e  quando vi já estávamos discutindo o tema do próximo. Como já foram 20 dias?! E que 20 dias. Me surpreendi todos os dias. Vivi tantas emoções nesse curto espaço de tempo (“curto”) e ainda agora quando abro o iTunes ele me manda músicas que não tinha prestado atenção antes. Que fase de mudanças.

Completei ou vou completar um mês de trabalho hoje ou amanhã. Meu primeiro trabalho, minha primeira experiência como professora e exemplo de pessoa. Talvez isso que tenha deixado tudo mais arrastado. Os dias passaram rapidamente, mas os finais de semana também e quando paro pra pensar lembro que mal tive tempo de me olhar no espelho nesses dias. Meu cabelo cresceu. Pareço mais velha? Céus, como podem essas olheiras permanecerem se dormi mais que oito horas ontem? Será que o shorts ontem caiu bem no meu corpo cansado e preguiçoso? Acho que não. Que não sei. Que pouco me importo em saber. Tenho que pensar em amanhã, em segunda e no que vou trabalhar com as crianças na próxima semana. Será que vou ter férias em julho? Esses dias tenho me sentido cansada, uma peça do sistema. Mas também me senti feliz com a resposta dos alunos quando chego, quando conversamos, quando eles me contam coisas e me respeitam como um deles. Tempos de mudança são agitados e cansativos. Os de adaptação nos fazem sofrer, mudar e enfrentar a rotina com outras leis.

Não sei se ainda estou falando de mim. Esse desabafo de 20 dias também carrega várias emoções que senti como cidadã. Eu não gostaria de entrar em detalhes. Nesses tempos em que palavras fazem política, eu costumo apenas sorrir. As palavras ganham força, visão e importância. Sejam de quem forem, as palavras tem o potencial ligeiramente maior de serem escutadas (ligeiramente, vejam bem). As pessoas são vistas, a união ressurge e as cabeças pensam, processam e definem: não somos palhaços. Alegria, esperança e decepção foram as principais emoções que guiaram meus pensamentos. Eu acompanhei as reportagens, eu fui no protesto São carlense e voltei dele me sentidno em um carnaval fora de época. Mas fui. Vi que tinha gente com propósitos, tinha gente querendo festejar junto com o maracatu, tinha gente gritando seus direitos e vi que tinham pessoas que estavam ali para cumprir a hashtag #vemprarua no Instagram, Facebook ou qualquer outra rede. Eu fui fazer contingente com meus propósitos, quis participar tanto quanto as pessoas da hashtag, quis fazer parte da história conquistando meus direitos e fazendo sorrir os outros que viram pela TV. Eu ainda não fiz minha parte.

Nesses 20 dias eu também percebi que sinto saudade. Sinto saudade de dançar. Sinto saudade de cuidar dos meus cachorros todo dia e ter tempo de brincar com eles como antes. No final do dia, sinto que se não tiver um tempo com meu namorado/melhor amigo/companheiro vou explodir. No final da semana, sinto que se não fosse pela minha família os dias seriam 30x mais difíceis. Sinto saudade de escrever no meu diário. E de postar no blog. Sinto saudade do ontem, do mês passado e da época em que arrecadar para as olimpíadas da escola era a preocupação mais importante. Sinto saudade do amanhã e das coisas estúpidas que gostaria de fazer nos próximos dias. É babaca dizer isso, eu sei. Saudade não é uma palavra que define bem esses sentimentos. Mas como disse antes, os tempos de mudança nos fazem ver as coisas de outra forma. Exagerada ou realista demais, não sei. Nem quero saber… Porque sinto saudade do tempo em que não me preocupar era a regra. E nesse instante, nesse texto, essa regra permanecerá. No mundo offline as regras são outras, as palavras perdem espaço se não houver luta. OE medo toma conta contra a opressão e o recuo é a via mais fácil para quem não quer levar pedrada. Lá fora anda difícil, mas tenho esperança. Só que agora o sentimento que manda é outro. Então, só agora, vou me deixar ser e estar no saudosismo que tenho desse instante que se esvai.

Anúncios

2 Respostas to “20 dias de mudança”

  1. Esther Sampaio 27 de junho de 2013 às 11:27 am #

    De fato, 20 dias podem parecer pouco tempo, mas são suficiente para mudarmos bastante.
    esthersampaio.wordpress.com

    • anapalombo 27 de junho de 2013 às 9:50 pm #

      Né… =*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: