Arquivo | 10:48 am

A última carta de amor (J. Moyes)

11 mar

[152-365D] A última carta de amor

E mais uma vez julguei o livro pela capa. E acertei.

Esse livro comprei em mais uma das super promoções do Submarino, onde conseguimos adquirir vários títulos interessantes por R$10,00 – e o mais legal: na versão normal, nada de edições econômicas. Pois bem, contrariando algumas regras, esse livro mal chegou e já estava de “próximo” na lista de vontades literárias.

A autora Jojo Moyes é uma jornalista britânica que vive como escritora de romances desde 2002, ano em que publicou seu primeiro livro “Retrato de família”. Dentre suas obras, duas ganharam o prêmio Romantic Novel of the Year, um prêmio concedido pela Associação dos Novelistas Românticos (RNA) da Inglaterra. Poucos são os escritores que conseguem ganhar esse prêmio mais de uma vez e Moyes  conseguiu com Foreign Fruit (2003) e posteriormente com  A Última Carta de Amor (2010). Este último, como constatado pela minha leitura, é de fato merecido.

02

A história se passa na Inglaterra, onde duas vidas se cruzam em histórias com uma geração de diferença.

Londres, 1960. Jennifer Stirling, uma bela mulher de 27 anos, acorda no hospital após ser vítima sobrevivente de um trágico acidente de carro. Jenny se lembra de quase nada antes do acidente, suas lembranças foram apagadas e junto com elas fora a comodidade e a certeza dos seus gostos, medos e amores. No meio de sua adaptação à antiga vida, encontra uma carta de amor escrita por um homem apaixonado que assinava como “B” e lhe pedia para se encontrar com ele e abandonar o marido. Diante dessa cena, Jenny tentará a todo custo entender o que se passava em sua vida antes do acidente.

01

Londres, 2003. Ellie Haworth é jornalista, vive atrás de novas reportagens e de novas mensagens no celular com notícias de seu relacionamento pouco comum – ser “a outra” não é um papel fácil e cômodo. Diante de uma crise de identidade, inspiração e criatividade, Ellie se encontra avoada e, sem conseguir encontrar boas matérias, deixa de ser a queridinha da redação. Tentando reverter esse quadro, encontra no arquivo uma coleção com antigas cartas de amor, cartas que foram endereçadas à alguém, mas que nunca chegaram a ser entregues… De quem seriam? Essa pessoa sabe da existência dessas cartas? O romance escrito sobreviveu ao tempo e encontraram seu final feliz? Através dessas perguntas, Ellie encontra não apenas respostas significativas mas também soluções aos seus próprios pensamentos.

03

Um livro que me prendeu com unhas e dentes, até o final. Me apaixonei por uma história à princípio e relutei a gostar da outra, mas conforme a leitura foi evoluindo, esperava ansiosa por ambas. Incrível como Moyes conseguiu dar aquele quê de mistério típico dos romances policiais, o que ajudou ainda mais a prender nossa atenção até um final surpreendente.
05
04
Aliás, não posso deixar de comentar do que mais me chamou atenção: a capa. Aí em cima podemos ver que a capa brasileira, diferente das outras versões que vi por aí, não tem qualquer retrato, apenas cartas empilhadas amarradas com um laço. Achei isso tão original! Adoro essas listras azul e ciano que tem na borda dos envelopes (depois desse livro, cogitei comprar envelopes com as listras verde e amarelo para enviar meus postcrossing! :P). Adorei e, claro, fiz minha versão para fotos do livro.
Recomendo e faço votos e carinho para que leiam. Eu mesma já estou em busca dos meus novos títulos da autora. :)

#2013: 3º

Título: A última carta de amor
Autora: Jojo Moyes (@jojomoyes)
Editora: Intrínseca
Páginas: 378

Skoob: nota 5/5

Com carinho,
A.
Anúncios